Tudo que você precisa saber para fazer seu implante dentário

Casal de idosos felizes com implante dentário

Hoje, os implantes dentários aparecem muito em revistas de beleza e odontológicas, pois esse procedimento simples está se tornando cada vez mais popular, tanto por questões de saúde quanto por questões estéticas.

No entanto, antes de recorrer à cirurgia dentária, é necessário ter clareza sobre o que é um implante, em que consiste e quando é necessário.

Este artigo foi escrito com o objetivo de esclarecer muitas dúvidas, além de fornecer informações básicas sobre implantes dentários para quem pensa em fazer tal intervenção. Se esse assunto te interessa, continue a leitura!

O que são implantes dentários e como funcionam?

Os implantes dentários são acessórios de metal, fixados cirurgicamente ao osso da mandíbula — abaixo da gengiva — nos quais os dentes artificiais podem ser montados. Na verdade, esses implantes de metal ficam ancorados no osso por meio da osseointegração (o osso se funde ao metal). Este processo fornece um suporte estável no qual você pode confiar na hora de comer e falar.

Tipos de implantes dentários

Depois de saber o que é um implante dentário, é necessário levar em consideração que existem diferentes tipos de implantes. Veja a seguir, quais são os principais:

  • Implantes dentários unitário: um implante dentário unitário será a solução para quem tem ausência de um único dente em determinada região da arcada dentária. O procedimento será feito apenas no local onde falta o dente, sem interferir nos outros dentes.
  • Implantes curtos: Este tratamento é indicado para pacientes com disponibilidade óssea limitada para colocação de implantes dentários.
  • O implante zigomático: esses implantes são colocados quando não há osso suficiente na mandíbula superior e as técnicas de regeneração óssea não são possíveis. Eles são colocados no osso zigomático ou malar, ou seja, nas maçãs do rosto.
  • Implante com prótese protocolo: substitui vários dentes perdidos (a prótese de protocolo oferece retenção e suporte muito melhores do que a dentadura convencional e pode ser removida pelos pacientes).
  • Implante dentário com prótese overdenture: trata-se de uma prótese removível ou semifixa que, apesar de ser colocada sobre implantes dentários, pode ser removida. Esta característica atinge uma melhor aderência do que as dentaduras tradicionais que simplesmente repousam sobre a gengiva do paciente e que também incluem o palato.

Quando é necessário um implante?

Resumindo, um implante dentário será necessário quando um ou mais dentes forem perdidos. Porém, o problema está naqueles pacientes que consideram que seu problema dentário não requer cirurgia ou implantes, ou quando as preferências do paciente os levam a se concentrar em próteses dentárias removíveis.

Apesar da praticidade desse método, ele apresenta algumas desvantagens que podem tornar os implantes dentários uma opção mais viável. Dentre esses aspectos, destacam-se:

  • Dor ou desconforto ao mastigar, causado pela falta de dentes ou próteses removíveis;
  • Desgaste dos dentes próximos à prótese removível;
  • A falta de um único dente, em vez de um conjunto, torna os implantes a opção mais prática.

É necessário lembrar que, apesar de os fatores acima mencionados sugerirem a necessidade de um implante dentário, somente um especialista poderá determinar.

De que material são feitos os implantes dentários?

Geralmente, os implantes são feitos de titânio, um material totalmente biocompatível. É considerado a melhor opção porque existem vários estudos que suportam a eficácia do titânio na integração ao osso. Existem também implantes dentários de zircônio, que funciona muito bem para os pacientes alérgicos a metais como o titânio.

A escolha da marca também é importante?

Se você pesquisou marcas de implantes dentários, provavelmente poderia citar cerca de meia dúzia ou mais, mas na realidade existem mais de 150 marcas diferentes para escolher.

Cada clínica odontológica terá sua própria marca favorita e os motivos por trás de sua escolha serão explicados a você durante sua consulta, mas se concentrarão principalmente em fatores como facilidade de uso, biocompatibilidade e design.

O que acontece se eu perder um dente e não colocar um implante dentário?

Quando um dente é perdido e não substituído por um implante, ocorre uma série de mudanças negativas na saúde bucal e na estética, por exemplo:

Perda óssea: o osso começa a ser reabsorvido assim que a raiz do dente é perdida. Isso afeta os dentes de toda a arcada e faz com que eles percam progressivamente a estabilidade. Como consequência, a extração de mais dentes pode eventualmente ser necessária.

Aumenta a probabilidade de desenvolver doença periodontal: os alimentos se acumulam mais facilmente nas lacunas entre os dentes e as gengivas, causando o acúmulo direto de bactérias e aumentando o risco de gengivite ou periodontite.

Desgaste dentário: os dentes adjacentes se desgastam mais, pois precisam realizar as tarefas correspondentes ao dente ausente.

Os dentes adjacentes estão deslocados: quando nada os impede de se moverem, os dentes adjacentes tendem a se mover para a lacuna deixada pela peça que falta para buscar o suporte perdido.

Quanto tempo duram os implantes?

Para que um implante dentário tenha sucesso a longo prazo, é necessário ter higiene adequada e realizar controles e manutenções periódicas rígidas.

A ausência de limpeza facilitará o acúmulo de placa bacteriana e o aparecimento de peri-implantite (processo inflamatório que atinge os tecidos moles e o osso ao redor do implante dentário).

Fatores como fumar ou sofrer de doença periodontal também podem causar perda óssea tanto em dentes naturais quanto em implantes dentários.

Escolher uma boa clínica dentária é essencial para que o seu implante seja um sucesso!

Na Biodontos somos especialistas em implantes dentários, as nossas instalações dispõem de todo o equipamento técnico para garantir o sucesso em todos os nossos tratamentos dentários. Agenda agora mesmo a sua avaliação para que possamos estudar seu caso!

Agende aqui uma

avaliação